Notícias de Última Hora

Tremor de 4.6 causa avarias e assusta moradores na Bahia

Terra tremeu em cidades recôncavo baiano, baixo-sul e em alguns bairros de Salvador

Cidade de Castro Alves - Foto: Reprodução/ Cidade de Castro Alves
Tremores de terra causaram pequenas avarias em imóveis e assustaram moradores na manhã deste domingo (30) em cidades do recôncavo baiano, baixo-sul do estado e até em alguns bairros de Salvador.


O Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) registrou um tremor de 4.6 graus na escala Richter na cidade de Mutuípe, a 169 quilômetros da capital. Já o Centro Sismológico da Universidade de São Paulo (USP) registrou tremores de 4.2 e 3.7 graus nas cidades de Amargosa e São Miguel das Matas, ambas no recôncavo baiano.

– Foi um susto para todo mundo. Aqui na cidade, registramos três tremores em sequência – afirmou o prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro.

Ele disse que não houve registro de feridos, nem de danos físicos de maior proporção na cidade.


A prefeitura recebeu relatos de imóveis que ficaram com rachaduras nas paredes. Equipes da Defesa Civil e da Guarda Municipal foram encaminhadas ao local das ocorrências para avaliar os estragos. Também houve registro de rachaduras em casas na cidade de São Miguel das Matas, que fica próximo a Amargosa.


Em Aratuípe, também em no recôncavo baiano, o tremor derrubou parte de um muro que já estava em mau estado de conservação, em uma área em torno de uma torre de telefonia. Também houve relatos de pequenos tremores em pelo menos 13 bairros de Salvador, incluindo bairros centrais como Garcia, Lapinha, Barris e bairros mais ao norte da cidade como Cajazeiras e Pituaçu.

De acordo com Defesa Civil municipal, não há registro de feridos ou danos materiais.


Folhapress